Como medir a energia hidráulica e hidrelétrica?

A energia hidráulica é medida por duas grandezas: O desnível e a Vazão de água.

O desnível é a medida vertical entre o nível do lago da represa formada pelo barramento e o nível mais baixo onde a água pode ser devolvida no leito natural do rio.

A vazão é a água disponível para a movimentação das turbinas.

Turbinas são equipamentos parecidos com rodas d’água que giram pela ação do jato de água.

Para calcularmos a energia hidráulica utilizamos a seguinte formula:

Ph = h * Q * g

Ph = Potência hidráulica em kW.

h = Desnível hidráulico.

Q = Vazão disponível em m³/s

g = Aceleração da Gravidade = 9,81 m/s²

Exemplo: Uma propriedade possui uma cachoeira com 8m de altura. Por meio de uma pequena barragem construída na parte de cima, é possível elevar o nível do rio 4m acima da cachoeira. Assim, temos o desnível total de 12m.

Medindo a vazão do rio várias vezes no ano, encontramos uma vazão média de 4 m³/s.

Ph = 12m * 4 m³/s * 9,81 m/s²

Ph = 470,88 kW

Esta é a potência Hidráulica. Para estimarmos a potência hidrelétrica da CGH a ser instalada, devemos calcular as perdas inerentes aos sistemas de adução, turbinas, geradores, etc. Estas perdas são estimadas em 15% para efeito de cálculo inicial. Sendo assim temos:

P =  Ph * 85%

P = 470,88 kW * 85%

P = 400,25 kW


Conheça Mais:  Sobre as turbinas hidráulicas |  O que é uma pequena central hidrelétrica ?